N.º 7 | Março de 2010

A regulamentação do Código do Trabalho criou uma obrigação única, a cargo dos empregadores, de prestação anual de informação sobre a actividade social das Empresas, com conteúdo e prazo de apresentação regulados, entretanto, na Portaria nº 55/2010, de 21 de Janeiro.

Esta Portaria decorre do programa de simplificação administrativa e legislativa (SIMPLEX) que prevê a simplificação das obrigações quanto à prestação de informação, por parte das entidades Empregadoras, sobre os diversos aspectos laborais à Administração do trabalho.

Mais de 30% das crianças permanecem pelo menos 9 horas na creche, local onde mais de 70% delas vêem televisão todos os dias. O mesmo se passa nos jardins-de-infância, em que a esmagadora maioria (90%) vê televisão e, segundo os pais, esta rotina é quase diária para 43% das crianças. Estes números avançados por um estudo da DECO são avassaladores.
As creches e jardins-de-infância continuam a ser uma das grandes preocupações para os pais. A oferta continua a ser insuficiente, as instalações são pouco espaçosas, os preços são elevados (para a maior parte dos portugueses os encargos com as creches representam uma fatia significativa do seu orçamento familiar), preocupam-se também com o excesso de crianças por educador, a falta de formação  das auxiliares (muito evidente ao nível da manipulação de alimentos e primeiros socorros) e, a pouca diversidade das actividades existentes, o que leva a que a esmagadora maioria das crianças passem grande parte do seu tempo na creche a ver televisão.

A era de mudanças em que vivemos exige uma enorme capacidade de adaptação e flexibilidade, tanto a nível particular como a nível profissional. Aceitar as mudanças, perceber que existe mais de uma maneira para resolver uma situação ou problema, expandir os nossos horizontes para sermos capazes de compreender outras culturas e pessoas é essencial para sobreviver e progredir. O modo como enfrentamos esta era de mudanças faz toda a  diferença para nossa saúde e rendimento. A qualidade do que comemos e a forma como o fazemos repercute-se no nosso estado geral de saúde, influenciando o nosso humor.

A Arch Group, uma empresa de arquitectura de russa, lançou um novo conceito de “cabine de descanso”, uma invenção de aspecto futurista idealizada para permitir dormir com conforto e segurança em espaços como aeroportos, estações de comboio, locais públicos centrais, ou outros locais, onde possa haver aglomerações de pessoas exaustas, que acabaram de fazer longas viagens. O Design da SLEEPBOX é, também, mais um bom exemplo de como a nossa realidade se vai, cada vez mais, assemelhando ao imaginário da ficção científica.

Uma divulgação constante e actualizada das informações referentes às acções de formação que realizamos, assume uma posição importante na definição das nossas opções de desenvolvimento futuro. Como tal, e à semelhança do que acontece com as grandes empresas pelo mundo fora, e com um número cada vez maior de empresas nacionais, também a MEDWORK já fez o seu registo no Facebook.