N.º 25 | Outubro de 2011

As vacinas são o meio mais eficaz e seguro de protecção contra certas doenças, sendo compostas por substâncias que ao serem introduzidas no organismo suscitam uma reacção do sistema imunitário semelhante à que ocorreria no caso de uma infecção por determinado agente patogénico, desencadeando a produção de anticorpos que acabam por tornar o organismo imune (ou mais resistente) a esse agente e às doenças por ele provocadas.

Cerca de metade da informação recebida pelo homem é veiculada através da visão. Com a informatização dos ambientes de trabalho, a fadiga visual transformou-se no constrangimento com maior prevalência nos meios empresariais, dada a necessidade dos profissionais passarem mais de metade do seu tempo de trabalho em frente a um ecrã de visualização. Assim sendo, cabe às entidades empregadoras garantir condições que promovam a “saúde visual” dos seus trabalhadores.

No passado dia 21 de Setembro assinalou-se o dia mundial da Doença de Alzheimer.
De acordo com dados da Alzheimer Europe, cerca de 70% das pessoas com demência padecem de Alzheimer. Em Portugal, não existem dados conclusivos sobre a prevalência desta doença, mas estima-se que existam cerca de 60 000 pessoas afectadas. 

A Doença do Legionário é uma forma de pneumonia causada por bactérias da espécie Legionella, sendo habitualmente contraída pela inalação de minúsculas gotículas de água (aerossóis), contaminadas por estas bactérias. Contudo, a maior parte dos indivíduos expostos à Legionella não adoecem e não foi documentada a transmissão de pessoa para pessoa.