N.º 50 | Novembro de 2013

A existência de resíduos produzidos em unidades de prestação de cuidados de saúde públicas ou privadas, incluindo os cuidados domiciliários, constitui um importante problema ambiental e de saúde pública. Contudo, os resíduos resultantes da prestação de cuidados de saúde encerram na sua constituição uma grande componente de resíduos urbanos ou equiparados a urbanos e apenas uma pequena percentagem de resíduos perigosos. De acordo com o estipulado no Decreto-Lei nº 178/2006, de 5 de Setembro, resíduo é qualquer substância ou objeto de que o detentor se desfaz ou tem a intenção ou a obrigação de se desfazer

Estima-se que na Europa surjam todos os anos 430 000 novos casos de cancro da mama, uma das doenças com maior impacto na nossa sociedade, sendo o tipo de cancro mais comum entre as mulheres. Contudo, em Portugal, cerca de 1% dos cancros da mama são diagnosticados no homem, razão pela qual toda a informação disponível sobre esta doença é aplicada a ambos os sexos. Uma vez que no passado mês de Outubro se assinalou o mês internacional de Prevenção de Cancro da Mama, apresentam-se em seguida um conjunto de informações relativas a este tema, as quais nunca são demais relembrar.

De acordo com os dados de um estudo organizado pela Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna (SPPCV), Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia (SPOT) e pela Sociedade Portuguesa de Neurocirurgia (SPNC), 72.4% dos portugueses queixam-se com dores nas costas, correspondendo a mais de 420 mil indivíduos a faltar ao trabalho devido a esta patologia.  A coluna vertebral é constituída por ossos, músculos, articulações e nervos, dividindo-se em quatro regiões anatómicas: cervical, dorsal, lombar e sagrada.