N.º 64 | Janeiro de 2015

No início de 2015, que se anuncia com uma forte instabilidade económica e baixa liquidez, que vai tornar a vida mais difícil às empresas para fazerem grandes planos estratégicos de curto ou médio prazo, é importante criarem-se condições para a estabilidade interna, que só será possível com a união de todos, espírito de colaboração e entreajuda, ingredientes necessários para a sustentabilidade das empresas.

Face às dinâmicas conjunturais económicas e financeiras que se preveem no nosso País, é, mais uma vez, na qualidade das competências pessoais e profissionais das pessoas, que se sustenta o desenvolvimento das organizações, certos que estar imbuído de espírito de compromisso ajudará, definitivamente, ao sucesso das empresas.

Durante o ano passado, o Grupo 4Work constituído pelas empresas 4Work – Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, Lda. e Presmed – Segurança, Formação e Saúde no Trabalho, Lda., viu renovado para ambas, a Norma do Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9001:2008, iniciou a formação “e-learning”, comemorou 5 anos de vida da nossa “newsletter”, que apresenta atualmente mais de 1.500 visualizações mensais, o que é absolutamente notável, e consolidou a sua posição no mercado, cotando-se como uma empresa de referência nesta área.

Foi um ano em que demos o nosso melhor para concretizarmos os objetivos que nos tínhamos proposto, sempre com a motivação de reforçar a ligação aos nossos clientes.

Para este ano de 2015, o Grupo 4Work pretende consolidar a sua atividade em todas as áreas de intervenção.

É, pois, com esta vontade e determinação, que vamos iniciar este novo ano, agradecendo aos nossos clientes, parceiros e colaboradores a confiança que depositam em nós, com a certeza que juntos vamos conseguir retomar a esperança em relação ao futuro.

A todos desejamos um Bom Ano de 2015!

A Administração

A eletricidade é um bem essencial, presente no nosso dia-a-dia de tal forma e há tanto tempo, que já não sabemos viver sem ela. Todavia, a sua utilização não é isenta de riscos, não só para os profissionais que com ela trabalham como para o utilizador comum. A utilização da eletricidade exige vários cuidados, uma vez que quando são negligenciados os devidos procedimentos de segurança esta fonte de energia pode provocar não só danos patrimoniais, como também ser fatal ou causar lesões irrecuperáveis. A origem da maioria dos acidentes elétricos está relacionada com a falta de informação, ou imprudência, de quem trabalha e utiliza recursos elétricos.  (...)

A promoção e prevenção da segurança e da saúde do trabalho são regulamentadas pela Lei nº 102/2009, de 10 de Setembro (alterada pela Lei nº 3/2014, de 28 de janeiro), segundo a qual os empregadores são responsáveis pela garantia de um local de trabalho com as devidas condições de segurança e saúde e, quando tal não se verifica, poderá ser estabelecida pela entidade responsável (ACT) a aplicação de contraordenações e coimas.
Identificam-se em seguida os artigos do Regime Jurídico da Promoção da Segurança e Saúde no Trabalho (que pode ser consultado na íntegra aqui), cujo incumprimento levará à aplicação de contraordenações, que poderão ser muito graves, graves ou leves     (...)